-_Ícone 2 Pessoas - Branco .png

Clínica

-_Ícone Caderno - Branco.png
-_Ícone Mala - Branco.png
Ícon projetos.png

Teste de Latências Múltiplas do Sono (TLMS) *

O que é?

O Teste de Latências Múltiplas do Sono (TLMS) tem como objetivo avaliar a sonolência diurna excessiva, medindo a tendência/rapidez para adormecer em condições controladas.

Este exame é principalmente utilizado para diagnosticar narcolepsia e hipersónia idiopática.

Como é realizado?

O TLMS é realizado após uma polissonografia noturna, durante um dia inteiro (nunca dura menos de 8h). O paciente permanece no laboratório e realiza cinco sestas de 20 min, com intervalos de 2h entre cada uma, em que deve permanecer acordado. Segue-se um procedimento padronizado que permite monitorizar os períodos de sono e de despertar.

No final, realiza-se uma avaliação de todas as sestas, determinando-se se o paciente adormeceu, quanto tempo demorou (latência do sono) e que fases do sono atingiu. Além disso, é calculada a latência do sono REM (se o paciente tiver atingido a última fase do ciclo de sono). É a média da latência do sono que ajudará a determinar se existe sonolência diurna excessiva.

Além da polissonografia prévia ao teste de latências múltiplas do sono (para despistar fragmentação do sono durante a noite e consequente sonolência diurna), pode também ser útil o paciente realizar uma actigrafia e preencher um diário do sono na semana anterior, para garantir que não existe privação do sono. Antes de realizar um TLMS, deve aconselhar-se com o seu médico sobre o desmame de determinados fármacos que podem interferir com os resultados deste exame.

Como me posso preparar para este exame?

  • Garantir que dorme o suficiente na semana anterior (7-9h/noite)

  • Levar refeições para o laboratório (pequeno-almoço, almoço e lanches)

  • Levar distrações para se ocupar durante todo o dia (livros, tablet, computador, etc.)

Se precisa de fazer um exame do sono, entre em contacto connosco.